Cassi: entidades querem reduzir valores da coparticipação

As entidades representativas dos associados (ativos e aposentados) se reuniram com a Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi), no dia 9 deste mês de setembro, por videoconferência. Na pauta, revisão dos valores da coparticipação, lista e medicamentos abonáveis Cassi (Limaca) e garantia de direitos aos funcionários incorporados.

Representantes da ANABB, AAFBB, Contec, FAABB e Movimento Sindical  cobraram um posicionamento da Cassi referente a decisão do Conselho Deliberativo que aumentou o percentual de coparticipação a partir de janeiro de 2019 até à “implementação efetiva de medidas com vistas ao equilíbrio econômico-financeiro” do plano de saúde. As medidas já foram adotadas, porém, os valores a coparticipação não foram revistos.

As entidades representativas reivindicam o retorno dos índices de coparticipação aos patamares de 2018 (10% para exames, e 30% para consultas). Apesar do novo modelo de custeio refletir bons resultados, a Cassi desconversa. No limite, informa que está estudando o assunto.

Limaca: As entidades questionaram a exclusão de 1800 medicamentos. A Cassi não apresentou nenhuma resposta aceitável.

Incorporados: A diretoria da Cassi não apresentou nenhuma resposta sobre o ingresso dos funcionários de bancos incorporados no plano de saúde.

Fonte: SEEB SP

Deixe uma resposta