COMUNICADO DO BANCO SOBRE ADOÇÃO DA PORTARIA 20 DURANTE A PANDEMIA ELEVANDO O RISCO DE CONTAMINAÇÃO DE FAMILIARES DO GRUPO DE RISCO QUE RESIDEM COM FUNCIONÁRIOS

O Banco do Brasil nos comunicou na manhã de hoje, 21.7.2020, pela manhã, a adoção da Portaria Conjunta 20, de 18/06/2020, do Ministério da Economia/Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e Ministério da Saúde, registrando o envio de Comunicado aos Administradores nesse sentido, retirando dos funcionários autodeclarados (que residem com pessoas do grupo de risco) o status de equivalência aos colegas do grupo de risco.

O comunicado aos gestores registra que a partir do próximo dia 27/07, os funcionários com autodeclaração de coabitação passam a se enquadrar nas formas de trabalho disponíveis, recebendo o mesmo tratamento dado aos demais funcionários do Banco que não pertencem ao grupo de risco.

De pronto os representantes da CONTEC manifestaram seu inconformismo com implementação da medida, que implica em risco de vida de familiares de funcionários, o que foi rebatido pelos representantes do banco, ao argumento de que a medida está amparada na Portaria Conjunta no 20, de 18/06/2020 e que os gestores do banco decidiriam com equilíbrio.

Após o comunicado, já tivemos denúncia de que houve gerente que entrou em contato com funcionário informando que o Banco determinou o retorno de todos os funcionários a partir de 27/07.

Inaceitável essa decisão unilateral do banco, que desnecessariamente põe em risco a vida de familiares de funcionários. *Temos que pressionar o banco a negociar alternativas que afastem os riscos injustificáveis*, que geram grande insegurança para esse grupo de funcionários.

Ontem conversamos pessoalmente com o representante do Banco, que não admitiu negociação. Estamos tentando agendar mesa de negociação.

(Fonte: Contec)

Deixe uma resposta