PLR e PPE

O Santander pagará a parcela da PLR aos funcionários no dia 30 de setembro, último dia do prazo definido na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Na mesma data serão pagos os valores referentes ao Programa Próprio Específico (PPE).

“Infelizmente, mais uma vez, o Santander deixará o pagamento para o último dia estabelecido em nosso acordo coletivo. Dentre os cinco maiores bancos do país, será o último a pagar”, observou o representante da Contraf-CUT nas negociações com o banco, Mario Raia.

Aos funcionários dispensados sem justa causa, o pagamento será efetuado na proporção de 1/12 (um doze avos) do valor por mês trabalhado, ou fração igual ou superior a 15 dias, conforme prevê a CCT de PLR.

PPE

O Programa Próprio Específico (PPE) é pago apenas para áreas elegíveis e suas regras não são discutidas com os sindicatos. Obedece critérios de produtividade e de notas de feedback que nem sempre seguem critérios claros e justos, sendo, na maior parte das vezes, submetidas à avaliação do gestor.

PLR 2021 é conquista do Sindicato

A PLR é uma importante conquista da mobilização da categoria bancária, que foi a primeira a assegurar o direito na Convenção Coletiva, em 1995. Desde então, ela passou por muitos ajustes e melhorias, resultando em valores cada vez maiores.

Na última Campanha Nacional, em 2020, os bancos tentaram atacar este direito e reduzir os valores pagos aos bancários, mas os trabalhadores resistiram e mantiveram a PLR nas regras atuais.

Deixe uma resposta