PRÓXIMA REUNIÃO COM A FENABAN SERÁ HOJE DIA 21, A PARTIR DAS 10H30.

Bancários rejeitam Bancários rejeitam nova retirada de direitos apresentada pela Fenaban. Bancos querem acabar com a 13ª cesta e reduzir a gratificação de função

Na quinta-feira (20/8), a Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação da CONTEC realizou – via remota/virtual –, a oitava reunião com a Comissão de Negociação da FENABAN, para dar continuidade aos debates das reivindicações dos bancários para a presente data-base, com vistas à manutenção dos direitos convencionados e acréscimo de outros benefícios à Convenção Coletiva de Trabalho, buscando melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores bancários e o bom atendimento da sociedade brasileira.

Na reunião foram debatidos os seguintes temas:

A reunião teve início com a recusa pela Comissão Nacional de Negociação da CONTEC à proposta de PLR apresentada pela Comissão de Negociação da FENABAN no último dia 18/08, ocasião em que a Comissão de Negociação da CONTEC argumentou que o benefício já ficará rebaixado em face do expressivo aprovisionamento feito pelos bancos.

AUXÍLIOS REFEIÇÃO, CESTA ALIMENTAÇÃO, CRECHE/BABÁ E DEMAIS BENEFÍCIOS, havendo a Fenaban proposto a retirada da 13ª Cesta, bem como o compromisso de que, na hipótese das verbas vierem a ser tributadas, os encargos sejam deduzidos do benefício. Teve ainda a coragem de propor que, na hipótese de decisões judiciais reconhecendo tais verbas como de natureza salarial, o custo seria compensado pelos demais trabalhadores. Assim, a Comissão da CONTEC rejeitou de imediato as propostas.

Gratificação de Função, havendo a FENABAN proposto a redução de 55% para 50%, o que foi rejeitado de imediato.

Gratificação semestral, tendo a Fenaban insistido na proposta de extinção do direito para os bancários que vêm recebendo, o que também foi rejeitado de pronto. Em razão da pandemia, os bancos fizeram expressivos provisionamentos que – possibilitam ganhos tributários aos bancos –, e por si só já impactam na PLR dos trabalhadores e ainda buscam aviltar muito mais os custos com pessoal, tentando firmar acordo para redução de direitos. Não podemos concordar com a retirada de direitos conquistado ao longo de muitos anos, de um setor de altíssimo rendimento, que é o setor financeiro.

A próxima reunião será realizada amanhã (21), a partir das 10h30.

Recomendamos que as entidades sindicais informem os bancários sobre o andamento da campanha salarial, com destaque para as ameaças de retirada de direitos, mobilizando-os para pressionar a direção dos bancos – através da FENABAN –, a atenderem as reivindicações dos bancários.

SINTRAF-GV

Deixe uma resposta