Setembro Amarelo lembra a importância da promoção da saúde mental

10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. A data ocorre durante a campanha do “Setembro Amarelo”, criada em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), juntamente com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e o Conselho Federal de Medicina (CFM) para conscientizar a população sobre este problema de saúde pública e a importância da promoção da saúde mental.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 40 segundos, uma pessoa morre por suicídio em algum lugar do planeta. No total, são cerca de 800 mil mortes por ano. Cerca de 96,8% dos casos estão relacionados a transtornos mentais como depressão, transtorno bipolar e abuso de substâncias.

A categoria bancária é, atualmente, uma das mais afetadas pelo adoecimento mental, principalmente por causa das cobranças por metas abusivas. Desde 2013, os transtornos mentais como depressão e ansiedade ultrapassaram as LER/Dort como principal causa de afastamento do trabalho entre bancários segundo dados do INSS.

Para se ter ideia, mais de um terço (35%) dos cerca de 30 mil bancários que responderam à Consulta Nacional deste ano afirmaram que tiveram que recorrer a antidepressivos, ansiolíticos ou estimulantes nos últimos 12 meses.

Além disso, 54,1% dos consultados afirmaram que a cobrança excessiva pelo cumprimento de metas causa cansaço e fadiga constante, 51,6% apontaram crises de ansiedade e 42,3% relataram desmotivação, com vontade de não ir trabalhar.

Por isso, as pautas de saúde e condições de trabalho são prioritárias na luta da categoria e são tema de mesas específicas e grupos de trabalho com os bancos durante todo o ano. A vida vale mais que o lucro e cuidar da saúde mental é tão importante quanto os cuidados com a saúde física.

CVV

O CVV é um serviço voluntário e gratuito de prevenção do suicídio que presta apoio emocional, com total sigilo, atendendo 24 horas por dia as pessoas que querem e precisam conversar.

O atendimento é feito pelo telefone no número 188 (sem custos) ou pelo www.cvv.org.br via chat, e-mail ou carta.

SINTRAF-GV

Deixe uma resposta